Clube de Xadrez de Curitiba
                                                                WWW.CXC.ORG.BR                    O Clube Bi-Campeão Brasileiro - 2008/2009 !                                                             CAÍSSA

Nosso clube 

Academia

Circuito e Torneios CXC

Palestras

Chess Lectures 

Links

Partidas

Ratings CXC

Livros

Regras e Siglas de Xadrez

Notícias

Fórum do CXC  

 

 

Bem-vindo!

nosso e-mail: cxcweb@yahoo.com.br Conheça o CXC Localize o clube no mapa -

SEJA UM NOVO SÓCIO DO CXC

DÉBITO AUTOMÁTICO DE MENSALIDADES: Ficha de Inscrição CXC - CEF - Outros Bancos


ATENÇÃO

ESTA PÁGINA PASSARÁ POR MANUTENÇÃO,

FICANDO DESATIVADA POR ALGUNS DIAS.

CONTAMOS COM A COMPREENÇÃO DE TODOS!

PARA RECEBER INFORMAÇÕES DE EVENTOS,

PEDIMOS A GENTILEZA DE SE CADASTRAREM

JUNTO AO E-MAIL

calleroschess@gmail.com

OBRIGADO


AVISO

Senhoras e senhores, a partir de 2012 haverão algumas mudanças no cálculo do rating interno do CXC, e que aproveito para trazer ao conhecimento de todos:

1. Somente partidas envolvendo ao menos um jogador com rating serão relevantes para o cálculo de rating;
2. Deixa de existir o recálculo, ou seja, jogadores com rating deixam de ganhar ou perder pontos ao enfrentar jogadores não rateados;
3. O rating continua a ser publicado mensalmente, razão pela qual jogadores que completarem o número mínimo de partidas em um dado mês terão computadas todas as partidas do mês na fórmula de rating inicial;
4. O rating inicial deixa de ser calculado após duas participações em torneios CXC, e passa a depender da realização de, ao menos, nove partidas contra jogadores rateados.
5. Para o cálculo do rating inicial, não haverá número mínimo de partidas por torneio ("bloco") nem se exigirá pontuação mínima.
6. A fórmula para o cálculo do rating inicial passa a ser: Ri = Rm x 50 (P - N/2), onde Ri = rating inicial, Rm = rating médio, P = pontos efetuados e N = número de partidas.
7. A variação de rating, que decorre de partidas entre dois oponentes rateados, continua a ser calculada partida a partida, com base na fórmula V = k x (P - Pe), onde V = variação, k = constante (atualmente sempre igual a 15), P = pontuação na partida, Pe = pontuação esperada (obtida a partir de uma tabela de pontuação esperada antiga da CBX, a qual uso até hoje).
8. No cálculo de variação do rating, a barreira de proteção contra ratings baixos passa de 300 pontos para 400 pontos.

Essas regras passam a valer imediatamente e ficarão em teste até 31/03/2012. Sugestões para seu aperfeiçoamento são bem vindas, mas, caso aceitas, só entrarão em vigor em 01/04/2012. As regras vigentes em 01/04/2012 valerão para todo o restante do ano e só serão passíveis de alteração em 01/01/2013, ou antes, caso constatada alguma falha grave que comprometa a estabilidade ou a confiabilidade do sistema, a critério da diretoria.

Comentários: embora o rating interno do clube seja um dos grandes baratos para os participantes dos torneios, estou tentando torná-lo matematicamente mais adequado. Para isso, não basta copiar os modelos existentes (FIDE, CBX), mas há necessidade de se considerar características especiais da nossa realidade, como a quantidade de participantes e de torneios, a disparidade entre o maior e o menor rating, para adaptá-los. E nunca é demais lembrar que essa adequação é um processo, ou seja, demanda constante acompanhamento a fim de identificar a necessidade de ajustes nas regras.
Penso que nossa base atual já está madura, ou seja, já conta com jogadores suficientes para que se possa abandonar o recálculo (operação na qual se calcula o rating performance de um atleta sem rating para, considerando uma partida contra oponente já rateado, calcular variação de rating para este) e também para que somente partidas contra jogadores rateados entrem na composição dos ratings novos.
Exemplificando as mudanças: no sistema anterior, um jogador não rateado que fizesse cem por cento dos pontos disputados em dois torneios teria como rating inicial 200 pontos acima do rating médio, independentemente do número de partidas - essa era uma imperfeição do sistema. Com a nova fórmula, um jogador que faça cem por cento dos pontos em nove partidas ganhará 225 pontos acima do rating médio, sendo 25 pontos a cada 0,5 ponto acima da média. A mesma lógica se aplica para baixo (25 pontos abaixo do rating médio para cada derrota). Ainda, no sistema anterior todas as partidas eram consideradas (se jogadas contra jogadores sem rating, considerava-se que este tinha 1800 pontos), ao passo que agora somente serão consideradas partidas contra jogadores rateados, o que deve aumentar a estabilidade do rating inicial.
Quanto à barreira de proteção contra ratings baixos: em um primeiro momento, havia sido implementada em 300 pontos, de modo que o atleta com mais rating nunca precisaria fazer mais de 85% de performance. Ocorre que, a partir do momento em que o cálculo passou a ser partida a partida e não mais por torneio (ano passado), essa proteção se revelou demasiada, pois o jogador com mais rating podia ganhar 2,3 pontos jogando com alguém, digamos, com 600 pontos a menos. Houve casos em que um jogador enfrentou somente adversários com mais de 300 pontos de diferença em um torneio e ganhou 11,5 pontos de rating... Com a mudança para 400 pontos, nas mesmas condições seriam ganhos apenas 1,2 pontos por partida e, em cinco partidas, 6 pontos. Uma diferença em relação à FIDE é que a barreira não se aplica no sentido inverso, isto é, considera-se a diferença real do ponto de vista do jogador com menos rating.
Um ponto em que não consegui chegar a conclusão alguma é no que tange à constante de cálculo para variação do rating. Atualmente, ela é igual a 15, o que significa dizer que um jogador já rateado pode ganhar ou perder 15 pontos de rating a cada ponto a mais ou a menos que o "esperado" (para quem não sabe, a pontuação esperada é calculada com base em uma tabela - eu utilizo uma antiga da CBX - que apresenta um percentual que se espera que um jogador obtenha dos pontos em disputa com base na diferença de rating entre ele e seu oponente). Porém, os vários sistemas existentes contam com constantes distintas para jogadores com mais que um determinado rating ou que tem rating há pouco tempo. É algo a se pensar, embora eu preveja algumas dificuldades para controlar isso.

No aguardo de vossas considerações.


Adwilhans Souza
Diretor Técnico do Clube de Xadrez de Curitiba


Circuito CXC 2011

Lídio Dias Delgados, Campeão!

Irídio Moura: participou de todas as etapas

Janaína Paixão, destaque feminino

Daniel Leite, campeão amador


Toda Segunda-Feira, Clube da Leitura

Às 19:30h

Com Mestre Ponti


Projeto "Pequenos Mestres"

do Clube de Xadrez de Curitiba 2011

Sábados, das 10hs ao 12hs com Tainan Tomáz

Inscrições pelo e-mail: tainantomaz@hotmail.com ou cxcweb@yahoo.com.br


Aulas para iniciantes com Carlos Calleros no CXC.

De segunda a sexta-feira, duas vezes por semana.

Inscriçoes e Informações:

cxcweb@yahoo.com.br e calleroschess@gmail.com


HORÁRIO DE

FUNCIONAMENTO CXC 

Segunda-feira   -     15:00h  - 21:00h

Terça-feira        -     15:00h  - 21:00h
Quarta-feira      -     15:00h  - 22:00h
Quinta-feira      -     15:00h  - 21:00h
Sexta-feira        -     15:00h  - 22:00h
Sábado               -     14:00h  - 22:00h

Empresas que nos Apoiam:

      ECOBR           

BRmídia  

    


       


Assine a lista do clube_de_xadrez_de_curitiba!    

   Powered by games.groups.yahoo.com    


Última atualização: 9-jan-12  

.

.

www.free-web-page-counters.com     free-web-page-counters.com    www.freewebpagecounters.com

© COPYRIGHT 2008 CLUBE DE XADREZ DE CURITIBA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Colunas:

Palavra do Presidente

MI Rodrigo Disconzi

MF Bolivar Gonzalez

Marcio Vargas

Licurgo Holzmann

Ponti

Léo Pasqualini de Andrade
 

Resultados recentes:


IRT 74 Anos CXC

MF Frederico Matsuura venceu


III Copa Cidade de Curitiba

MF Álvaro Aranha venceu

PARTIDAS

Partida comentada

Mega Pingão

FOTOS

FOTOS 2


III Memorial "Prefeito José Jabur"

GM Alexandr Fier venceu

PARTIDAS


I Aberto do Brasil Itaipu Binacional

Vitória do GM Sandro Mareco

PARTIDAS


 
EMPRESAS APOIADORAS

ECOBR

BRmídia